quarta-feira, 28 de outubro de 2015

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

TDM 225 virou Yamaha Bronco







Uma das coisas que me da alegria de fazer o blog é quando alguém de fato aproveita algo dele, não só como distração ou por ter gostos semelhantes, mas para algo prático. Alguns amigos já relataram ter escapado de acidentes por colocarem em prática dicas do blog.
No caso da Rosa Freitag, não foi algo tão precioso como ser salvo de um acidente, mas o blog contribuiu para a realização de um projeto muito legal. Abaixo vai a descrição feita por ela mesma sobre a transformação da TDM 225 na que é, provavelmente, a única Yamaha Bronco do Brasil.

Aqui vai a história da minha Bronco: há uns 3 anos comprei uma XT225 para andar na cidade, adorei a moto, e depois de um tempo resolvi adaptá-la para trilha e deixei em Campos do Jordão. Para substituí-la, pensei em comprar uma TDM225, que por ter a roda dianteira de 19", seria ainda mais ágil na cidade. Mas achava a TDM feia demais! Aí, em algum resultado de pesquisa do Google apareceu a sua página do blog falando da semelhança da Bronco com a nossa TDM. Eu me apaixonei pela Bronco, e comecei a pesquisar tudo sobre ela, e mostrei para o Marcello da Gas Motorcycles, que estava fazendo projetos de transformação de motos. 
Ele também achou linda, e começamos a pesquisar opções para a adaptação. Primeiro a ideia seria fazer uma transformação da TDM, usando tanque e paralamas da Intruder, algo assim. Comprei uma TDM 2004, a última série, que vinha com farol redondo. Uns dias depois, um japonês postou no grupo da XT225 (moto ainda amada no mundo inteiro) no Facebook uma foto de uma Bronco, e eu perguntei onde poderia conseguir peças dessa moto, como um tanque. Ele me passou uns links para um site de leilões no Japão, onde havia opções de tanques, das laterais... aí fucei nesse site e descobri um sistema de intermediação de compras em inglês, o buyee.com. E por sorte, alguém estava desmontando uma Bronco inteira e todas as peças necessárias para a réplica estavam sendo leiloadas!! Eu dei lances automáticos em várias peças e consegui arrematar o tanque, as laterais, os paralamas, sendo o traseiro com lanterna, o porta-ferramentas, o painel e o suporte de farol. Botaram tudo numa caixa e me mandaram por correios. Demorou ums 2 semanas para chegar no Brasil e mais uma semana para passar pela receita federal. Isso foi em outubro de 2014, e recebi o aviso para ir buscar nos Correios. Paguei super feliz o imposto de R$ 600 sobre todas as peças (o total das peças + frete não chegou a R$ 1.000), mas quando me entregaram a caixa, notei que era pequena demais para conter tudo isso. Daí olhei o nome do destinatário - alguém na cidade de Jequié - BA. Na hora de taxarem as encomendas, trocaram a minha caixa com a dessa pessoa!! Expliquei o ocorrido para a gerente da agência, que disse que iria entrar em contato com a agência em Jequié e pedir para enviarem a minha caixa, e eles fariam o mesmo. Uns dias depois fui à agência, e me disseram que a instrução foi de encaminharem novamente para a Receita Federal em SP para uma nova avaliação da encomenda.... pois esse processo demorou mais 2 meses, o status da encomenda não mudava nunca, a encomenda da Bahia foi entregue e nada da minha... mas dias antes do Natal, chegou a minha caixa!!
Entreguei a moto e todas as peças da Bronco para o Marcello, e ele logo depenou a TDM, removeu todos os suportes do banco e carenagens, e ficou de me entregar em uns 45 dias. Mas, segundo ele, para encaixar o banco e o tanque deu bastante trabalho, tentativas e erros. Após as novas soldas, o quadro foi repintado. O tanque foi apenas lixado e envernizado, e foi feita a vetorização do logo encontrado na web, pois o tanque veio sem o adesivo do logo "Bronco".
Enfim, a moto ainda não está finalizada, pois o paralama dianteiro também foi complicado de colocar (o pneu da Bronco tem largura menor e não queria entrar, e no Brasil não tem um pneu dessa medida)
  Mas eu queria de qualquer jeito estreá-la no DGR, e implorei para ele acelerar o processo e me deixar andar na "Bronco" mesmo ainda não acabada. Em 26 de setembro de 2015 realizei esse sonho, e amei a moto! Ela é linda, confortável e divertida! Agora vai voltar para a oficina para os últimos retoques e em breve andarei todos os dias com ela em SP!!
Abaixo algumas fotos da transformação:







 










Ps- Publiquei a mensagem da Rosa exatamente como veio, com todos os detalhes e suas próprias palavras poris achei tudo muito interessante. Parabéns a ela por não ficar só no sonho e correr atrás de seus objetivos. Parabéns também pelo bom gosto.