terça-feira, 15 de dezembro de 2009

O Antes e o Depois - Horex 51

O Antes:


O depois:


Agora vamos à história:
Faz tempo que não coloco aqui um "antes" e o "depois", ou seja, uma história de restauração de uma clássica.
Vou deixar o próprio Guilherme Gitterer contar o início da história dessa Horex.
"Um amigo do meu pai contou pra ele que em Taubate tinha uma Horex, meu pai (Sr. Roberto Gitterer) era un dos poucos que tem Horex em São Paulo. Depois de 4 ou 5 anos um amigo meu foi morar la em Taubaté e, na primera visita que eu fiz pra ele, eu sai como um louco pra encontrar essa moto. Acabei encontrando em uma oficina de moto; cheguei a falar com o proprietario, mas estava muito encima da minha viagem pra Espanha. Depois de 1 ano, quando eu voltei, a primera coisa que eu fiz foi comprá-la..."
Depois, conta ele, pensou em fazer uma bobber com ela, já que o quadro não era original (era de BSA 2 cilindros); o pai, no entanto, o convenceu a mudar de ideia e conseguiram um quadro original dela.
As peças restantes foram compradas em viagem à Espanha (onde mora até hoje) e Alemanha. As peças maiores ele trazia na mochila quando vinha ao Brasil.
Ao voltar da Espanha estava procurando os escapes e acabou achando em Portugal uma Horex completa parada fazia anos. Não teve dúvidas: comprou essa moto como doadora de peças, pois muitas peças serviriam para ele e para a moto do seu pai. Morando na Espanha e quase não vindo ao Brasil ele só dirigiu a moto por uns 3 km, mas seu pai a usa para ir em encontros de motos clássicas.
Na Espanha, onde Guilherme ainda mora, não anda à pé nem de Horex; comprou uma moto uma Suzuki 1000 com 180cv.
Veja abaixo mais algumas fotos:
Moto comprada em Taubaté com quadro BSA



Doadora comprada em Portugal

"Seu" Gitterer em encontros de clássicas.

Mais uma do Guilherme com a moto pronta.

5 comentários:

Anônimo disse...

paciência, vontade e, principalmente, muito amor para fazer isso.

uepahh disse...

Isso tudo sim. Mas também uma grana fud***, né?

hehehe

Marcos Abreu disse...

Quando vemos o depois, nem acreditamos em como ela era.

Allison302v8 disse...

Aquela foto do encontro de clássica por acaso é o encontro de veículos antigos de todo primeiro domingo do mês na estação da Luz-São Paulo?

Rodrigo disse...

Adquiri uma Horex Regina 250 cil , ano 51 e vou precisar de algumas peças, quem puder me ajudar me add no facebook. Rodrigo Segovia