quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Equipamentos de segurança


Não costumo falar muito sobre os equipamentos de segurança por ser assunto bastante óbvio; afinal, são o único recurso que o motociclista tem para tentar amenizar as consequências de um acidente. Não temos carroceria, air-bag, cinto de segurança, etc.
O ideal seria andar sempre com o máximo de proteção possível mas, evidentemente, ninguém vai colocar um macacão de couro para ir alí na padaria buscar o pão.
Então, procure usar sempre a melhor proteção para a situação que for enfrentar, procurando aumentar o grau de proteção à medida em que o risco for maior.
Aí vão algumas dicas bem básicas:
Capacete: sempre, até para ir na padaria buscar o pão.
Luva: também é bom usar sempre, e de boa qualidade.
Jaqueta: Existem modelos para o verão, com boa ventilação e boa proteção, para que você possa usar mesmo nos dias mais quentes. Couro ainda é a melhor proteção, mas cordura com proteções nos locais mais afetados em quedas também é bom.
Viagens: aqui vale a melhor proteção possível. Se tiver dinheiro para comprar, não tenha vergonha de ir vestido de Jaspion.
Lembre-se: equipamento fajuto = proteção fajuta.

2 comentários:

Leo_Dueñas disse...

Aqui no Rio durante os dias mais quentes acabo parecendo um alienígena no trânsito pois, mesmo os que pilotam motos esportivas, insistem em no máximo usar capacete; vestindo camiseta regata, bermuda e - pasmem - chinelo. Mesmo para conduzir a minha Vespa sempre uso calça jeans, jaqueta ventilada com proteções e um par de luvas. Danem-se os risinhos dos desinformados, é a minha pele que pode ralar no asfalto.

Abraço,
Leo

Anônimo disse...

Melhor os outros rindo do que eu chorando, equipamento de proteção sempre.