quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

A mente quieta... e o coração tranquilo.



Para qualquer atividade humana o estado mental, ou emocional, é fundamental. No trânsito, com certeza, ele está ligado a boa parte dos nossos problemas. A irritação, a ira, a distração por estar preocupado com um problema sério, o abatimento por uma notícia desapontadora, são algumas das situações comuns (até demais) na vida que podem nos tornar propensos a um acidente.
Isso, falando de motoristas de um modo geral; se estivermos falando de motociclistas, a coisa fica mais séria. Ninguém precisa tanto manter um alto nível de concentração no trânsito como um motociclista; basta uma fração de segundo com a mente viajando por outras esferas e, de repente, um susto.
O que fazer? Não sair de casa no maus dias? Deixar a moto em casa se estiver de TPM (não se ofendam garotas)? Pedir carona se tomou um pé no traseiro da namorada?
Não é preciso tanto, mas sempre que for subir na moto é bom lembrar de cuidar de sua concentração. A cena, muito comum em filmes e novelas, em que a pessoa quebra o pau com alguém e acaba batendo o carro logo a seguir não pertence só ao mundo da ficção.
Se brigou com o namorado ou namorada não vá ainda dar o gostinho à pessoa de te ver pagando o mico de tomar um tombo por causa dela.
"Tudo é uma questão de manter a mente queta, a espínha ereta e o coração tranquilo", já dizia a velha música (conhece?)

3 comentários:

Ádamo disse...

É eu sei muito bem o que é isso, sair com a cabeça quente e descontar no veiculo que estamos conduzinho. Graças a DEUS deu tempo de parar de pensar, e hj estou aqui relatando isso.


Ádamo (Tod)

Ramiro disse...

Linda música...
Serra do Luar (composição de Walter Franco, gravada por Leila Pinheiro)

KAKA disse...

ei moço Tiozão, venho da comu pra te ler... sabe que por incrível que pareça nas oportuniddes que saí minha concentração foi fundamental, meus problemas ficaram "de pé" e não sentada comigo na Trudy!! qdo estou com problemas sentar nela é minha única vontade para resolve-los, é como num sono profundo, deixo outra parte do cérebro resolver o problema enquanto a KK está pilotando... gostei da sua casa e o linkarei na minha: http://muitoparticular.zip.net/ não sei se o agradará, não e informativo e prático como aqui, mas tem vida! abraços da KK.