sexta-feira, 25 de março de 2011

Perigos no posto


Falamos sobre alguns perigos que encontramos nos postos de gasolina já há quase 3 anos (veja aqui). O vídeo acima não requer muita explicação, pois ilustra bem alguns cuidados que devemos ter ao entrar em um posto de gasolina, especialmente naqueles que não conhecemos bem.

7 comentários:

Drika disse...

um amigo meu já se estabacou em posto, mas foi pq as vezes os frentistas jogam terra onde tem óleo e ele entrou empolgadinho a uns 60 km/h... cabeção ele tb kkkkk

Rodrigo disse...

Essa dica é básica e aplicável a qualquer pequeno/médio desnível. Eu mesmo, quando vou sair pro acostamento, ou entrar nele, procuro sair/entrar atravessando o máximo possível; quanto mais atravessado (oblíquo em relação à divisória, melhor).

bam disse...

Olá
não custava nada essas calhas serem gradeadas (ou, custaria pouco...)
do jeito que são, são armadilhas mesmo.
Qual órgão regula postos? Poderíamos sugerir uma portaria exigindo essa alteração.
outra coisa são pisos de estacionamento de shopping/hipermercados, normalmente extremamente lisos. ( como do BIG Cristal em porto alegre.)
mais uma vez, agradeço as dicas, Ganho experiência extra com este blog.

Rogerio disse...

Já soube de vários amigos que tiveram problemas ao sair de postos de gasolina.

Johnny disse...

Faixas contínuas, calhas: todo cuidado é pouco, especialmente quando o piso está molhado!
Em calha nunca tive problema, mas em faixa contínua já senti a moto dar aquela bambeada, se eu tivesse numa vel. maior não sei não...

Anônimo disse...

E o cara ainda freou. Aí não dá mesmo.

Felipe Luiz disse...

O problema é q se gradar, não tem como limpar. O jeito é a pessoa ter um pouco mais de noção, tanto com calhas, desníveis, areias e trilhos de trêm.