sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Dica da Semana - Excesso de educação


Depois de uns dias sem atualizar o tópico aqui vamos.Estranhou o título? Afinal, é a falta de educação que gera problemas. Acontece que a educação sem noção também é perigosa.Um exemplo: perto de casa há uma rua que fica congestionada, pois o sinal abre muito rápido para os carros entrarem na via expressa. Os motociclistas descem cortando toda a fila pela esquerda. É comum algum motorista dar um espaço entre os carros para ser educado com quem quer sair de uma garagem e cortar a fila para subir a rua. Resultado: um grande risco para os motociclistas, pois a visão de ambos fica prejudicada.Outro exemplo: o motorista do ônibus que para e manda o pedestre atravessar na frente dele, sem notar que a moto vem ultrapassando.Mais um: o cara que freia de repente para não pegar um cachorro e quase te mata.Enfim, cada um já deve ter uma história pra contar de gente que quis ser educada mas na hora errada, colocando você ou outros em perigo.Abs..até a próxima.

6 comentários:

Allison302v8 disse...

Uma vez eu pisei no freio quando o farol virou amarelo, quase bateram atras de mim. O cara parou do meu lado, eu pedi desculpas e ele entendeu de boa. Não dá pra ser "certinho" em 100% do tempo, mas é bom avaliar a fluidez do trânsito e atitudes dos outros veículos, mesmo que precisemos burlar algumas regras em prol da segurança de todos.

Caetano disse...

Um motorista de onibus numa avenida ia entrar na rua a esquerda, porém sinalizou para um outro onibus que vinha na direção contraria entrar primeiro. Esse segundo onibus na pressa en aproveitar a brexa entra errado e literalmente passa por cima da minha moto. Eu estava sinalizando e esperando o melhor momento para entrar na avenida. Felizmente eu ja tinha pulado pra calçada e não sofri nenhum arranhão, mas o prejuizo foi de mais de 60% do valor da moto.

Abraços

uepahh disse...

Até hoje eu lembro do Astra cor gelo que simplesmente decidiu usar seus freios ABS no exato momento em que a sinaleira amarelou...

Literalmente fui pro mato... tentei parar mas num deu... pulei da motoca, como quem pula da bicicleta velha, e sai correndo... mas a motoca caiu uns dez metros a frente... nao estragou muito pq era mato e barro... como não me sobrou alternativa... fui juntar minha motoca e fui pra casa pensando: ele não deveria parar daquele jeito e eu deveria estar mais devagar, até que levei sorte!

Abraço.

Lightshock disse...

O que acho mais grave é quando alguém da passagem ao pedestre e este surge de repente entre um carro ou ônibus. Em geral acaba sendo atropelado por um carro ou motociclista e não há o que fazer por conta do fluxo do trânsito mesmo. Um pergio danado.

Marx Jr. disse...

"(...)É comum algum motorista dar um espaço entre os carros para ser educado com quem quer sair de uma garagem e cortar a fila para subir a rua. Resultado: um grande risco para os motociclistas, pois a visão de ambos fica prejudicada(...)"
Esse exemplo não dá para concordar. Errado é o motociclista que corta a fila por fora e não presta atenção.Todo apoio ao motorista que é gentil e "quebra o galho" de quem precisa sair de uma garagem numa rua congestionada ou convergir numa rua também com tráfego intenso.

Marx Jr. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.