terça-feira, 1 de setembro de 2009

Dica da Semana - Roubo de Moto = Risco Duplo



Aproveitando o tópico abaixo vamos ressuscitar esse antigo do blog, sobre o mesmo assunto.

Não é novidade para ninguém que o índice de roubos de motos é muito grande. As seguradoras também estão bem informadas e esse é o motivo de ser tão difícil fazer um seguro.
Antes de dar algumas dicas gerais vamos ao principal: o risco de reagir.
É cada vez mais comum a prática do roubo com a moto em movimento, quando dois ladrões em outra moto se aproximam armados e fazem o motociclista parar e entregar a moto. A facilidade da abordagem e da fuga, além de evitar ao meliante o trabalho de lidar com travas e alarmes, é o principal motivo da popularidade deste modo de assalto.
A questão principal é: nunca reaja. Tenho ouvido vários relatos de pessoas que tentam reagir e se dão mau. Até mesmo policiais a paisana, ao tentar reagir, tem morrido nessa situação. Alguns também sofrem acidentes graves tentando fugir dos bandidos. Não vale a pena tentar. Por maior que seja a raiva de perder sua amada moto, a vida ainda vale muito mais.
As dicas a seguir não garantem sucesso, mas podem ajudar:
- Seguro: é difícil mas não impossível; faça uma tentativa.
- alarmes correntes e cadeados: os ladrões sabem como anular cada tenativa sua de proteger a moto, mas vale a pena dificultar as coisas para eles. Não dá 100% de certeza mas muitas vezes impede a ação do bandido.
- evite o máximo possível deixar a moto em lugares perigosos; pague um estacionamento se possível. Já que você economizou no seguro que não pode fazer gaste um pouco em estacionamento.
- As trancas e cadeados podem atrapalhar. Se estiver em um lugar perigoso o tempo parado tirando toda a tralha da moto pode se transformar num perigo extra.
- Rastreadores são uma boa opção, mas a garantia ainda não é 100%.
- Ande atento e, se perceber qualquer coisa suspeita tome alguma atitude preventiva (dar uma volta no quarteirão antes de parar em casa ao ver suspeitos por alí; mudar de rumo ao ver dois "caras" numa moto em situação suspeita, etc).

4 comentários:

Cheetos disse...

Muito bem postado, no entanto hoje em dia tem sido um pouco mais fácil colocar a moto no seguro. Indico cotar sempre no Banco do Brasil mesmo sem ser correntista fiz o seguro total de minha Drag Star 2008 por 500 reais em 6 vezes sem juros.

Abraço a todos

Pellens disse...

Muito boa a dica. E aproveito para elogiar o seu blog, que é muito bom!

disse...

E da abordagem, tem mais uma.
Além dos 2 que rendem, na maioria dos casos existe uma outra moto "escoltando" a dupla!
O colete a prova de balas vai virar equipamento de segurança.

André Coelho disse...

Tenho uma Yes e instalei Car System nela. Graças a Deus não precisei usá-lo mas dá uma sensação de segurança a mais.