sábado, 26 de junho de 2010

Dica de Segurança - Pequenas motos, grandes tombos.



Dois vídeos para ilustrar uma dica que a maioria já experimentou na prática: pequenas motos podem proporcionar grandes tombos.
A presença feminina é apenas uma coincidência.
O que vale lembrar aqui é que moto, de qualquer tamanho e cilindrada, não é brinquedo. Nosso frágil corpo precisa ser respeitado vale lembrar que mesmo em baixíssima velocidade um acidente pode machucar seriamente.
Basta ter uma "motinha" na casa de campo ou praia para todo mundo achar que tem o direito e o preparo para se divertir com ela. Além disso, é comum o pensamento de que, pela baixa potência da moto, fica até feio usar equipamentos de segurança.
O capacete, no mínimo, nunca deve ser despresado.
Scooter também, apesar das rodinhas e cara simpática, não pode ser considerado simplesmente o "novo brinquedinho da família"
A motocicleta exige respeito e cobra caro pelos descuidos, não importa o tamanho ou o local em que você a usa.
Se você tem histórias para contar, dos tempos da mobilette ou das cinquentinhas não se acanhe, use a vontade o espaço para comentários na postagem.

4 comentários:

Anônimo disse...

Tomei grandes sustos de Mobylete, mas nada muito grave.

Anônimo disse...

Meu único tombo foi com uma Monark MS-50 (mobilete da Monark) devido a areia em uma curva.

ceafla disse...

Minha Maxi-Puch tinha que empurar para pegar, pois não tinha os pedais. Uma vez empurrando e com a mão na embreagem centrifuga(uma alavanca que tinha ao lado da manete)lembram??? Esqueci de olhar para frente e bati num parachoque de um fusca, daqueles que tinha umas garras. Fomos ao chão.Rssrsrsrsr

danilodsp disse...

Ja cai 3 vezes quando muleque em uma Jog, foi motivo pra meu pai não querer que eu andasse mas de moto. E até hj eles falam disso.