quarta-feira, 2 de junho de 2010

Honda CB 400 "Retrô"


Muita gente pega carros e motos antigos e tenta modernizá-los, substituindo aluguns acessórios por peças de outros mais novos; O Jeferson Berwanger fez o contrário: pegou uma CB 400, que já é uma clássica, e personalizou como uma moto setentista.
Ele conta que a idéia surgiu da necessidade de viajar com mais conforto para Santa Maria, cidade onde se criou e tem todos os familiares, principalmente o Pai, Milton Berwanger (o "nervosinho").
Jeferson conta ainda que: "Minha Cg 76 ia tranquilo, mas demorava muito. Em uma dessas viajens cheguei a uma revenda e encontrei uma Cb 400 81 em ótimo estado quanto a motor, suspenção, freios e etc. Conversei com o proprietário da moto e negociamos (troca por outra moto e um valor em dineiro). Feito o negócio levei a moto para Santa Maria onde meu pai tem uma oficina de garagem. A idéia de uma moto tipo 70's estava na minha cabeça e com o ótimo e confiável motor de cb 400".
Muita gente usa a CB para fazer personalizações ao estilo custom ou mesmo uma Chopper. Já a mudança setentista do Jeferson foi muito mais fácil, pois não altera as características básicas da moto e pode inclusive ser revertida, já que ele tem guardadas as peças originais e a moto não foi "cortada" ou modificada na sua essência.
"A palavra chave pra minha moto é "simetria", tinha muita preocupação que ela não ficasse estranha", conta Jeferson.
A transformação começou com a troca dos paralamas e piscas (da Suzuki intruder e CG 125), depois o tanque e laterais (de Suzuki GT 550 ficou perfeito e simétrico).
O banco, feito pelo pai, é um banco original de CB cortado e soldado para ficar parecido com os assentos das clássicas. Rodas, sinaleira, piscas e paralama dianteiro são da Yamaha Tx 500.
A inspiração veio principalmente de duas motos,segundo ele: a CB 500T e a CB 550 four.
A moto não ficou apenas bonita, mas enfrenta qualquer desafio. Com ela Jeferson já viajou por todo o Estado do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e até pelo Uruguai.
Confira mais fotos abaixo:
A moto original:

Início da transformação:


Família reunida em torno da moto quase pronta

Pronta, com as rodas raiadas

Mais um pouco e vira uma Café-Racer.

Na estrada:

10 comentários:

Anônimo disse...

Ficou bacana hein. O tanque da GT ficou perfeito.
Realmente, falta pouco para fazer uma Caféracer bem legal.

Anônimo disse...

É coincidência a CB 500T estar ao lado na Clássica da Semana ou é proposital?
Linda essa aí (500T)

Jesus disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
FUYNHA disse...

Muito legal, uma idéia simples ma genial!!

Os Aventureiros disse...

O que o bom gosto e um pouco de grana não faz?
Linda de mais!

Antonio R. Lambrecht disse...

ficou muito bonita.alias,continuou muito bonita. Tenho uma CB 400 1982 prata, que reformei. Uma moto fantástica. a cada dia me apaixono cada vez mais por ela.Era meu sonho desde o seu lançamento(eu tinha quinze anos)mas na época era uma moto caríssima.
Enfim realizei meu sonho.
Abraço!!!

Kara Lavada disse...

Poxa Jeferson, ficou muito linda sua CB, queria saber mais detalhes dessa transformação, se possivel.
Fernando.

Leandro Primo disse...

Cara, parabéns!! Ficou muito show! Tenho uma 450 dx e tbm pretendo deixá-la mais retrô. Você colocou o paralama traseiro da Intruder 250? Precisou de alguma adaptação? Mais uma vez parabéns pelo bom gosto. Grande abraço!!

MArcelo disse...

Parabéns !!!! Ficou realmente linda !!! Estou fazendo uma a partir de uma 450 DX e a minha grande dificuldade é saber qual roda serve na 450 que seja raiada. Você usou qual roda na sua ? Forte abraço,
Marcelo
marcelo.wittlich@gmail.com

Rico Rodrigues disse...

Parabéns, muito bom gosto.

Poderia me dizer de qual moto são as rodas raiadas? Ou sabes das da xlx servem, e facial a adaptação?

Grato

Rico