sábado, 6 de setembro de 2008

"Hora do Reclame" - CG 125


Já que mostramos a "Hora do Reclame" com a primeira Yamaha nacional, aqui vai também a primeira Honda nacional, a CG 125.
O rei do Futebol e a rainha das motos (pelo menos em número de vendas). Para mim, uma rainha muito sem graça, com um motor desatualizado, feia e câmbio de 4 marchas.
Mas deve ter sido a protagonista de muitas histórias felizes, especialmente de quem teve nala a primeira moto.

4 comentários:

armandonovaes357@gmail.com disse...

Pode crer, foi minha segunda moto, a primeira foi uma yamaha FS1 de 50 cc. Ganhei do meu pai a CG em 1978, tinha 16 anos, a minha era azul. Lembro que havia um senhor Italiano, já com uma certa idade, que fazia escapamentos personalizados para motos de corrida, sua oficina era na Barra-funda. Fiz um escape "diretão", pintado de preto-fosco, a CG ficou bandida para a época. Coloquei também um banco rabeta todo em tecido, algo que imitava couro, e depois um guidão tomazelli. Na ocasião criaram a fórmula honda, só de CG`s, quase coloco a minha na pista, meu pai não deixou. Hoje ando de burgman 125, estou com 46 anos, motos pesadas só atrapalham nesse trânsito de sampa.

Youssef disse...

Legal sua história com as motos, legal ter mais "tiozões" no blog rsrs

ana_mota2007 disse...

NÃO FALA ASSIM DA CG-ZINHA!!!!! EU TIVE UMA ABOBRINHA (apelido da CG-ZINHA) 79, QUE DEIXOU SAUDADES! PODE ATÉ SER QUE O MOTOR SEJA DESATUALIZADO, MAS PARA USAR DIARIAMENTE PARA SE TRABALHAR, NA CIDADE QUE TIPO DE MOTOR VOCE ESCOLHE? UM MOTOR DE 16Válvulas, 4 cilindros refrigerados á água com injeção eletrônica, freio a disco abs nas 2 rodas, cambio automático, transmissão à correia dentada, amortecedores à gás????? Dar palpites é muito fácil Sr. Autor, produzir uma moto com mecânica barata, simples, durável, resistente é outra coisa! Isso exige retirar o bundão (ou nádegas) da cadeira e ir á campo para pesquisar. Com uma CG 79 com motor revisado voce vai até o equador e volta no máximo trocando 2 velas, e 2 platinados. Com estas Titans novas à injeção eletrônica, voce trava o motor ao chegar em brasília, ou queima a bomba de gasolina, ou ainda queima um sensorzinho de 2 gramas que custa 800 reais, (esquemas eletronicos desenhados por estagiários almofadinhas que nunca suaram na vida e jamais colocaram a mão na graxa) e que demora 20 dias para chegar na agencia! Sem contar que ainda corre o risco de ter o bico injetor da moto travado por nossa gasolina porcaria! Hoje tenho uma virago 250, mas penso em comprar uma motinha para "ralar" na cidade, pois o custo de uma virago é altissimo.

RECICLEELETRONICOS disse...

A minha era 1977, ganhei do meu pai novinha, a pimeira fornada das nacionalizadas.
Acredito que 70% das partes ainda eram importadas, laranja igual a da foto. Eu tinha 17 anos e me diverti bastante com ela.
Boas lembranças.