quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Confiança - A medida certa


O tópico de hoje é uma continuação do "direção defensiva sim, medrosa não."
Basicamente há dois perigos quando se fala em confiança na pilotagem. São dois extremos que têm em comum o perigo de te expor a riscos desnecessários.
O primeiro é a falta de confiança. Quando a pessoa inicia sua história nas motos pode correr riscos pela falta de confiança. A insegurança natural da falta de experiência, e até do fato de a moto oferecer mais riscos, precisa ser vencida logo. A falta de confiança em sua pilotagem pode ser tão perigosa quanto uma pilotagem agressiva. Neste momento, o melhor a fazer é evitar situações de alto risco e treinar em situações mais confortáveis. Mas lembre-se: seu alvo tem que ser o de enfrentar qualquer situação com tranquilidade. O medo excessivo gera atitudes perigosas. Andar em velocidade muito baixa, por exemplo, te expõe a ser ultrapassado a toda hora, ter que lidar com a irritação dos apressadinhos etc.
O segundo perigo ocorre algum tempo depois, quando a confiança aumenta, mas passa dos limites. Cuidado, grande parte dos acidentes (os mais graves, por sinal) ocorrem nesta fase, quano motociclista se habitua com a moto e "perde o mêdo". De repente, parece que já dominamos o mundo, somos invencíveis, capazes de lidar com qualquer situação. Esse sentimento de ter superado a fase inicial e não ter sofrido nenhum acidente traz uma falsa sensação de segurança.
Alguns felizardos passam por um pequeno susto e logo recobram a atenção e cuidados necessários. Outros, menos afortunados, pagam caro pelo aprendizado.
Então, fica dada a dica: adquira segurança o mais rápido possível, mas cuidado, quando começar a "se achar" é hora de dar uma repensada nas coisas.

Perder a "noção do perigo" pode ser um grande perigo

Um comentário:

Dennis disse...

Valeu pelo post da semana, isso faz parte do nosso cotidiano. Eu passei a fase de insegurança,após dois anos de motociclismo a confiança superou o cuidado.
Levei um tombo a 130km/h na rodovia..
Aprendizado que saiu caro mas valeu minha vida, que eu dou valor a cada amanhecer.
Isso ajuda sim.
Nao abusem, quando voce se sentir o rambo em cima de uma moto, pare, encoste e pense...
Valor a vida pessoa.....