terça-feira, 8 de novembro de 2011

Parada obrigatória


A dica de hoje é bem simples, mas é uma situação bastante comum e que vale a pena citar, pois pode esconder muitos perigos.
Alguém já parou o carro inesperadamente na sua frente, ou diminuiu muito a velocidade? Pois é, como esses caras dirigem mau; o negócio é aproveitar a agilidade da moto, jogar para a esquerda e sumir logo de perto dessas tartarugas.
Não, não é bem assim. É aí que mora o perigo.
É difícil não cair na tentação, aproveitando a agilidade de moto para sumir dali. A irritação e o estresse do trânsito frequentemente fazem a gente logo deduzir que o indivíduo parou porque é um idiota, não sabe dirigir, está distraído, etc.
O malhor, no entanto, sempre que alguém para ou diminui a velocidade, é também parar. Pense que deve haver um motivo, algo que o motorista está vendo e você não.
Pode ser que ele tenha diminuído para dar passagem a um pedestre, por exemplo; nessa situação, a educação dele acaba se tornando uma armadilha se o motorista não percebeu que você não iria parar também. Falamos algo sobre isso na dica "excesso de educação"
Pode haver um carro manobrando e você não viu porque o motorista que parou inesperadamente está encobrindo sua visão. Pode haver uma cratera recém formada no maravilhoso asfalto de nossas cidades (como na foto que ilustra o post). Enfim, pense que deve haver um motivo para a decisão da pessoa. Se você descobrir depois que o sujeito parou atoa xinga ele e vai embora (brincadeirinha), mas a princípio desconfie de que há algo alí que você não viu e diminua a velocidade.
Hoje em dia, com o grande número de carros grandes (Suv's) e os vidros com insulfilm, é muito comum termos a visão encoberta. Nessas horas, um pouco de pressa e irritação podem fazer muito mau.
Apenas tenha o cuidado de ver se outro motorista atrás de você não vai ignorar o perigo e avançar para cima de você.

7 comentários:

Aderpa disse...

A dica é muito boa. Pena que a foto não mostrou todo o cenário.

Anônimo disse...

observar essa dica já me livrou de uma. fui passar uma perua que parou e ele estava dando passagem para outro cara fazer um retorno. Os vidros "filmados" da perua impediam minha visão

Leo_Dueñas disse...

O que mais me assusta hoje na frenagem prudente são os outros motociclistas afobadinhos no retrovisor, que tiram como otário todo mundo que está pelo caminho. Falta MUITA educação e consciência entre o público de duas rodas, que ainda não aprendeu a respeitar a si próprio.

Abraço,
Leo

Kiojiro disse...

Ano passado fui atropelado assim, uma topic deu passagem para que eu pudesse atravessar a rua e o cara veio que nem louco pela contramão (nem espaço pra corredor tinha. Ainda bem que no susto, eu desviei (quase) e fiquei so com uma torção no pulso, no tornozelo e escoriações no braço e na perna. Podia ter sido pior

Aderpa disse...

Penso que o excesso de educação não possa causar acidentes. Educação normal ja é difícil de se ter, quanto mais o excesso dela.
As regras de trânsito estão aí, e se todos a seguissem à risca, não teríamos problemas.
É impossível um impasse de duas pessoas dizendo:
- Você primeiro.
- Não, você primeiro!
- Não, primeiro você.
Se seguindo as regras de trânsito... tudo fica bem.

Junior disse...

Uma vez o trânsito estava lento e quando os carros paravam eu pegava o corredor e ia embora.
Em uma dessas eu tirei para o corredor, mas desta vez o trânsito não havia parado por causa do congestionamento, e sim por causa de uma sinaleira para pedestres. Por sorte não machuquei ninguém pois sempre que pego o corredor eu ando bem devagar.
Todo motociclista vai aprendendo com seus próprios erros, mas seu blog ajuda a não cometermos nem o primeiro erro, pois este primeiro já pode ser fatal.
Continue sempre postando, pois você com certeza está salvando vidas.

Youssef disse...

Obrigado pelas palavras amigo.