sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Manutenção da moto pode significar "manutanção da vida"


A dica é óbvia, mas, como em outros casos, sempre vale a pena lembrar.
A diferença entre a vida e a morte, entre o tombo ou o "que susto", pode ser de apenas alguns centímetros. E estes centímetros podem ser ganhos ou perdidos em cuidados de manutenção básicos como: pneus em bom estado, bem calibrados, trocar pastilhas e lonas de freio na hora certa, etc.
A lista de ítens, muitas vezes baratíssimos, que pode fazer a diferença é muito grande. Já imaginou sofrer uma colizão na traseira por causa de uma lâmpada de R$ 3,00 que você não trocou? Ou tomar uma fechada porque na hora em que apertou o botão da buzina lembrou que devia ter arrumado na semana passada? Até o desempenho do motor pode fazer a diferença; confesso que já fiquei em situação constrangedora ao tentar fazer uma manobra rápida e a moto engasgar e me deixar na mão.
Não esqueça de incluir aí a manutenção dos itens de segurança, como capacete, luvas etc.
Uma viseira velha e riscada compromete a visão; se for à noite e com chuva a situação pode se tornar dramática. Se distrair tentando arrumar o zíper emperrado da jaqueta com a moto em movimento pode ser um daqueles momentos em que, depois, você pensa "se eu tivesse arrumado isso antes..."

Um comentário:

Rafael disse...

isso mesmo youssef,ás vezes por um descuido,podemos pagar com a própria vida...
meu nome é rafael..