quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Sombra e água fresca?


O tópico de hoje aborda uma das maiores insanidades que um motociclista pode cometer: abrigar-se do vento atrás de um caminhão ou ônibus. Infelizmente, como dizem que tem "louco para tudo neste mundo" tem gente que acha essa uma boa alternativa. Motos de baixa cilindrada, especialmente, sofrem para vencer o vento contrário nas estradas. Daí surge a brilhante idéia de pegar o vácuo de um caminhão ou ônibus. Tal atitude traz uma série de perigos; os principais são a limitação da visibilidade, fazendo com que o motocilista seja pego de surpresa por não ver o que se passa a sua frente, e o perigo de atropelas um obstáculo que passe por baixo do veículo adiante (um buraco no meio da faixa ou um objeto quelquer, por exemplo).
Mas, quanto aos veículos de grande porte, vale uma lembrança mesmo para os que não cometem a insanidade de "pegar o vácuo". Acontece que, mesmo na cidade, é importante fugir de veículos maiores. Uma Kombi, uma Van, um micro-ônibus, já são veículos grandes o suficiente para atrapalhar a visão do motociclista em relação ao trânsito à sua frente e tirar dele a possibilidade de reagir com antecedência ao que ocorre. Sendo assim, evite andar próximo a veículos de grande porte, eles tiram uma das maiores vantagens do motociclista: a visão panorâmica do trânsito.
Se chegar a ocorrer um acidente, as consequências também costumam ser mais graves ao envolver veículos de grande porte. Ao bater em um carro pequeno o motociclista pode conseguir cair para algum lado, ou até mesmo passar por cima, mas "chapar" um caminhão não lhe dá muitas esperanças de escapar ileso.

4 comentários:

ricpupo disse...

Quando morei em Baurú, ia praticamente todos os finais de semana a São Paulo e voltava. Eram 350 Kms ida e mais 350 de volta ! Isso em 1982, de Turuna 125. E eu fazia exatamente isso ... pegava o "vácuo" dos Expresso de Prata ! Só que eu chamava a atenção do motorista, sinalizava, e entrava atrás. O motorista piscava de uma lado e de outro e então eu sabia que ele sabia que eu estava ali atrás ! Foram várias viagens assim ... hehe !!

Eliabe disse...

Youssef... sempre preocupado com a segurança dos colegas motociclístas...
mais uma vez parabéns pelo blog... simples inteligente e informativo...
...Não viajo de moto... mas na cidade evito ficar perto de carros grandes, principalmente ao lado de caminhões...

Youssef disse...

Que bom que sobreviveu Ricardo. Mesmo com a "colaboração" do motorista do ônibus não é recomendável. Já fiz pior, de bicicleta "chocava" os caminhões, mas não podia contar muito com a colaboração deles. Geralmente me espremiam na calçada até ter que largar.

Dennis disse...

Caros amigos sempre fui um santo na condução.habito que peguei no meu periodo provisorio de CNH,tento fazer tudo certinho ate hoje e tenho medo de pregar em caminhoes nas pistas.
Outro dia aki em Goiania mesmo luz do dia, 2 da tarde eu atras de um onibus fazendo o meu trajeto normal para casa.
Cinco dias depois recebo o lindo retrato da minha placa numa evasão de sinal.
Tava atras e nem vi o sinal fechar e fui multado. Esse e o pior dos males de andar atras, pior acidentes se houverem buracos na pista ou se o veiculo maior frear.
Nossa paixão gente e moto...pilotar.E defunto nao pilota.
vamos cuidar

Parabens pela dica Youssef...