terça-feira, 26 de agosto de 2008

A primeira vez


Casualmente encontrei essa foto na net e não pude resistir ao desejo de colocá-la no blog. Fotografia é uma das minhas paixões; confesso qua não entendo nada do assunto a não ser o que meus olhos me dizem. O que me impressiona na fotografia é a capacidade de dizer muita coisa sem palavras, de captar um momento único. Nessa foto aí acima minha imaginação voou. Lembrei da primeira vez que vi o mar, do meu pai me ensinando a andar de bicicleta, da primeira vez que minha filha andou de bicicleta...e caiu, da minha primeira volta numa motocicleta, dos carros quadradões de antigamente; Bem, acho melhor parar de vasculhar minha memória, tem muita coisa lá.
Mas falando apenas da primeira volta numa moto, como foi a sua? Em que moto foi? Que idade você tinha?
A minha primeira foi (não riam por favor) na garupa de uma Xispa desligada. Um amigo, filho do dono da Xispa, pegava ela desligada mesmo e a mulecada fazia a festa. Ele dirigia, levando um na garupa, e o restante da turma empurrava. Acho que corríamos mais assim do que se dependessemos do motorzinho de 150cc da Xispa.
A primeira vez, de verdade, dirigindo uma moto foi bem depois, com uma TT 125. Confesso que não sei qual da duas experiências foi mais emocionante.
E você? Quer contar como foi a sua primeira vez? Diga aí.

25 comentários:

Sharky disse...

1ª vez foi na moto escola mesmo
sem graça
=(

mas eu lembro da primeira vez que andei de bicicleta.
Quando criança, na idade normal de aprender a tirar as rodinhas (entre 4 a 6 anos), eu simplesmente nao conseguia. Até que desisti de andar. Alguns tentaram me ajudar posteriormente, mas sempre sem resultados.
Aos 9 anos de idade, resolvi aprender sozinho. Tava na praia tb, e peguei uma BMX detonada de um primo, que só tinha freio traseiro, e comecei a pedalar. Caí e me levantei diversas vezes, mas em meia hora ja estava pedalando tranquilamente. Pronto pra me arrebentar com quedas mais rapidas e perigosas. =)

afonso disse...

a minha primeira vez de bicicleta nao lembro, eu era muito novo, provavelmente pelo meu pai ter praticado ciclismo por 10 anos, e a primeira vez com a moto foi com a XL aqui " de baixo" eu tinha uns 14 anos, meu pai ficou sentado na garupa segurando as pontas do guidão e eu fui tentando pegar a manha, quase caimos em uma das arrancadas pois tirei a roda dianteria do chão, a gente estava em uma estrada que estava pronta mas nao passavam veiculos ainda, isso demanhã e a tarde no mesmo dia fomos pra um terreno onde eu consegui aprender melhor e fiz até algo semelhante a uma trilha ( subi e desci um barranquinho) meu pai diz que ficou nervoso enquanto eu nao aparecia no campo de visão dele denovo.


e minha paixão por motos só aumenta a cada volta.

abraços ótimo post Youssef

Samantha disse...

A minha primeira vez (física) foi na auto escola, ai não tem graça...
Mas vou contar a primeira vez que tive a idéia de ter uma moto, já que ninguém que eu conheço têm: eu estava em um onibus lotado, subindo a Consolação e tudo tinha dado errado naquela manhã, quando por uma minúscula fresta eu vi uma menina de moto bem do lado do ônibus, eu não esqueço aquele capacete, o vento, o cabelo dela voando, a leveza, ai eu pensei, ela é feliz...rs
Foi primeira vez que minha alma andou de moto...
Não deu outra, no mesmo dia fui na auto escola e dei entrada na adição de categoria.

De lá para cá não teve mais jeito...

Muito legal esse post!

Dionei Paulo disse...

A 1º vez de bicicleta eu tinha uns 4 anos (1984). Lembro do meu pai soltar e eu levar um baita tombo e brigar com ele porque ele tinha prometido não soltar. Lembro que aprendi naquele mesmo dia e que tinha ganho um capacete do "Chips"... Dali em diante virei o policial dos pega-pegas de bicicleta na rua :^D}.

Minha primeira vez com moto foi na auto-escola mesmo, com uma CG. Depois trabalhei direito sobre uma Kripton (acho que eu era meio highlander...) e mais tarde meu pai comprou uma YBR, na qual andei durante uns 4 anos... mas meu sonho sempre foi as custons... e na semana passada peguei minha Virago 535. Tou tão apaixonado que me doeu deixar ela 2 dias pra fazer a revisão :^D}

Antonio disse...

Caro Youssef, bicicleta foi mais ou menos com 7 anos, meu pai estava me empurrando e derrepente olhei para trás e cadê ele...bum!!!Tb foi meu primeiro tombo...rsrs.
Comecei a andar com motos numa monareta 50cc aos 13 anos, de um amigo da escola, lógicamente escondido do meu pai que odeia motos até hoje, e nunca me permitiria andar com qquer veiculo antes dos 18 anos.
Com 17 anos veio (depois de muita briga) minha própria moto, com recursos próprios pois não poderia contar com o dinheiro do "velho".
Era o sonho!!! Uma RD 350 1974 todinha original, recém restaurada e com muitos cromados incluindo farol,bengala e tudo mais...Tive depois dela outras motos, hoje tenho uma shadow 750.
Mas nenhuma tem tantas lembranças como a primeira...
Abração a todos!!!

Sergio Luiz disse...

minha primeira vez foi na garupa do meu irmão. acho que so vc deve ter conhecido. foi numa GULIVET VEEMELHA. deveria ter uns cinco anos. meu irmão levou uma surra d meu pai por isso. inesquecivel
depois um pouquinho mais velho, adorava descer o alto da boavista em pé na frente da lambreta do meu cunhado. depois tive uma velosolex, uma puch, uma cg 125, uma RD 350, uma suzukk GT 380, e finalmente a XLR 250, e agora uma FYM FY 250. é isso

Youssef disse...

Poxa Sérgio, quem já teve uma GT 380 deve ter dificuldade para aceitar a FY hoje hein? Brincadeira, tendo duas rodas e motor tá valendo.
Sua história é legal, muitos modelos interessantes. Eu sonhei muito em ter uma Puch e não tive.

Leticia disse...

Youssef,
Este blog é simplesmente maravilhoso!!!! Parabéns!
Faz tempo que o visito e suas dicas já me ajudaram muito!

Tenho 38 anos (tiazona tb, rs) e a trudinha é minha primeira moto.
A primeira vez que estive em duas rodas (fora a bicicleta) foi com 13anos, numa mobilete de um amigo. Adorei, mas meus pais nunca deixaram eu ter uma.

Hoje, já tiazona, aprendi a pilotar na auto escola, numa FAN.
Agora, em posse da CNH, saio aqui por perto e a cada dia me aventuro a ir mais longe e enfrentar ruas mais movimentadas. Aqui em Sampa o trânsito é feio, mas apesar disso, tenho sido bastante respeitada pelos motoristas. Vai ver que é por ser mulher ou então, tá na cara que estou aprendendo...rs

Ainda tenho alguns receios normais de quem está começando a vida sobre duas rodas, mas acho que chego lá.

E a sensação de pilotar é maravilhosa!

Por exemplo: corredor, por enquanto, nem pensar! kkkk

Bom, mais uma vez, parabéns pelo blog!
Nos vemos na comu do orkut!

Beijinhos

Dennis disse...

Primeira vez de bike foi em 1999, eu tinha 13 anos, aprendi a andar tarde comparado com meus amigos...Mas eu queria e ralei muito,peguei uma bicicleta escondida de um amigo meu o dificil foi na hora de devolver...Numa tava exatamente do mesmo jeito.rsrs

De moto foi quando eu tinha 18 anos, na de um amigo. Ele perguntou voce sabe andar de moto?
Eu disse "claro que sim...até avião..." Eu tava tremendo. Ele entao falou para que eu pegasse a moto e fosse no banco.
Mais tarde eu me sentei a CG125cc 97/97 e comecei a pensar como fazer. Eu ja sabia a teoria, antes de fazer aquilo minha alma já queria a muito tempo....
Apaguei um milhao de vezes...até suar., minha perna doeu de tanto bater o pé rsrrs....Me atrapalhei com as marchas, mas umas 3 horas depois eu já "guiava" a CG.
Depois um grande amigo meu, me colocou na sua CBX200 Strada e me ensinou de verdade.

Primeira vez e inesquecivel...Mas foi naquela CG que eu passei a andar todo dia que eu aprendi a ter paixão por moto.
Hoje com 21 anos, 3 anos depoois eu consegui comprar a minha 150 Sport 2008. E um começo...

Quando acordo de manhazinha e ligo ela então meu dia começa...Seja bem vindo a vida.

Parabens pelo Blog Youssef.

cosme disse...

Yous meu primeiro contato com duas rodas foi adrenalina pura,puxei uma philips quadro duplo,o camelo era do meu tio.O tio tinha altos ciumes.Ja tinha feito o erado e só me restava descer a ladeira.Fui em frente no embalo da emoção.Meio em seg.sag,aumentava a velocidade,foi descendo,a adrenalina e as endorfinas se espalharam pelo meu corpo.Depois que cheguei la embaixo é que eu lembrei ,nunca tinha andado de bicicleta.Fazer o que em 1976 eu ja era dono de uma RD250.

Renan Lins disse...

meu pai me monitorava enquanto eu sobia a rua na Intruder 250.. eu tinha uns 10 anos..
nunca paro de aprender =)

Doni Souza disse...

>> Bom, minha primeira vez foi de bicicleta lá pelos ano de 1979,quando realmente aprendi a andar de bike,foi o máximo uma coisa que jamais nos esquecemos. Aquela sensação de liberdade vento na cara que delicia. Minha 1° vez de moto já foi muito tempo depois, em 1995,quando um amigo me disse: sabe pilotar uma moto disse, andei de bike já,ele disse da uma volta, fiquei um pouco com medo mais fui,lembro que era uma xlx 350 um trator mas foi uma maravilha não equeço aquele momento até hj.agora aos 38 anos ando de suzuki yes, Mas meu sonho mesmo é uma Custom tenho certeza que será minha segunda moto.Tenho que aprender muito ainda. è isso ai uma braço a todos...Valeu yosseff pelos post......

Dalmo disse...

Aprendi a pilotar moto aos 18 anos, com uma ML87... lembro da placa até hoje... ET169... rs... Depois tive duas TDR180 (inesquecíveis), duas DT 180, XL 125... (Mas nunca fiz trilha nem off road...)
Fiquei muitos anos sem moto, e agora tenho uma Intruder que acaba de fazer um ano...
Das bicicletas lembro que andava com rodinhas, uma delas virou e fui de cabeça no muro... 4 pontos no coco... Inesquecível tb... E foi graças a outro acidente com a ML (falha minha, furei um semáforo) que consegui conquistar a minha esposa... Colega de trabalho, ficou com pena, foi visitar...
Duas rodas estão no meu sangue mesmo... Quanto ao blog, está de parabéns, pena que só conheci hoje

Fábio disse...

Bah Youssef, primeira vez de bike não tenho bem certeza, foi lá pelos meus 6 anos... tenho 2 lembranças, uma que o pessoal já citou, meu pai segurando e qdo vi já estava pedalando sozinho e ao me dar conta disto... ploft! caí e voltei empurrando a bike e depois acho q pensei q já sabia andar e peguei uma Berlineta aro 16(se minha memória ñ estiver me traindo) desci uma pequena lomba indo sempre em direção a uma parede q foi onde parei hehehe
Depois, só aos 10 anos que ganhei uma Monareta com a minha idade :-D (tenho ela até hj) e foi com ela que aprendi a pular e empinar e descobrir o sentido da palavra liberdade. Atualmente tenho 5 bikes montadas (me desfiz de outras 5 numa campanha de Natal) e já pedalei em provas de resitência, uma delas com 300 km.

A primeira vez de moto foi na carona do meu falecido tio, irmão de criação do meu pai, mais ou menos com a mesma idade, não lembro exatamente qual era a moto... depois foi na carona de um primo que tem moto no sangue, na verdade caronas, pois a cada ano que o visitava ele tinha uma moto diferente hehe e esse mesmo primo hoje faz parte de uma equipe de Wheeling. E foi num dos treinos que ele me emprestou a Bros 150 esd, mas só depois que andasse na carona enquanto ele empinava hehehe Isto foi há um ano (estou com 28), em Dezembro/07 aproveitei que tinha q renovar a CNH e fiz a moto-escola, depois da escola (YBR) fui num evento de motos (Yamaha) onde podia fazer teste drive em todos os modelos até 250, andei todo sem jeito e tive q segurar no braço p/ não deixar cair uma Fazer edição limitada...
Mas há dois meses comprei minha Intruder 125 e pude experimentar o trânsito. O meu primo conseguiu uma RD 350 super inteira, acho q 91/92... uma das últimas fabricadas se não me engano.
E já peguei um pouco de estrada com a patroa na garupa (uns 100 km serra acima - moramos em Porto Alegre e fomos até Nova Petrópolois-RS). E por enquanto é isso, como o pessoal costuma dizer "é uma cachaça" e até a muié tá viciada :-D
Parabéns pelo blog

Matheus x) disse...

minha primeira vez de moto fazem alguns meses

cg 125 fan


e agora eu tenho a minha suzuki en 125 yes =D

Junior Mega disse...

Minha primeira vez na garupa foi justamente na minha CB 400 que vou ressuscitar seu motor em uma chopper... Meu pai tem ela desdos meus 2 anos de idade, desde 1983! Ta na família a 25 anos... E a minha primeira vez pilotando foi numa Turuna 125 mais ou menos nos meus 13, 14 anos. Não sei o ano dela, sei que ja era bem velhinha e acabada, mas ela fazia minha alegria todas férias em que ia pra casa da Vovó... :D

Abraços,

Junior
Projeto Chopper
http://projetochopper.blogspot.com

geraldo disse...

Parabens pelo blog,duas rodas com motor foi em uma Leonette,lembra ou conheceu ? Era uma delicia rachava a gazosa com o dono e saiamos rodando e fugindo dos policiais, não tinhamos habilitação . Eta tempinho bom . Na net voçê acha fotos de vários modelos de Leonette pena que não os salvei . A dele era de quadro fechado 3 marchas tanque na horizontal . Abraços Feliz 2009

carlos disse...

O inesquecível primeiro solo numa moto. Um amigo havia ganhado uma Suzuki A50II em dezembro de 1972, eu tinha 16 anos. A moto era laranja, placas NA810.

Sem saber nada, ou quase nada, eu estranhei o lado para o qual se acelerava, pois pensava que era em sentido contrário. A embreagem no lugar do freio traseiro da bicicleta.

Oferecida a oprotunidade, desci a rua, engatei uma segunda com a moto andando. entrei a diretia e acelerei subindo as marchas, chegueo a mais de 70 km/h num lugar onde uns 40 seriam muito (até hoje!!!). No fim da rua, num entroncamento em T com uma outra rua eu simplemente tentei usar a embreagem como freio. Quase meu primeiro acidente. Quase...

Voltei pela rua principal do bairro, em descida, acelerando muito, buzinando como um motoboy de hoje (premonição?) e com os olhos lacrimejando pelo vento.

Repeti a volta. Emcionante até hoje, depois de mais de 35 anos.

little jow disse...

Não me recordo de quando aprendi a andar de bicicleta e sei que sai da rodinha bem antes do meu irmão.
Minha 1ª aventura com moto foi na garupa de conhecidos da família no interior de São Paulo (Hortolândia) e foi lá que além do amor por motos nasceu que comecei a gostar de triciclos também. Pois havia um cara que havia constuído o dele na própria oficina e dava uma carona de vez enquando.
Minha primeira vez pilotando uma moto foi na auto escola com uma fan e um cg. Não gostava dos modelos e por já conhecer um pessoal do IMP (Ibira moto point) não pude deixar de compartilhar do mesmo amor pelas customs. Hoje tenho uma intruder 125cc e seu blog youssef complementa muita coisa auto-escolas deveriam ensinar.
Quero passar por outras motos também e ter um triciclo um dia.

abraços

Danwriter disse...

Foi meio suicida...

sem saber nada... emprestei uma RD75 com quidão tomazeli, pneu careca... e sai a toda e sem capacete (naquela epoca a policia nao dava em cima). Ao chegar num cruzamento no asfalto, tentei reduzir marcha numa maquina dois tempos, passou tudo reto e eu passei reto no cruzamento... logo depois chegaram meus amigos e eu voltando bem na minha... nunca contei pra eles o que aconteceu.
Depois aprendi a andar de verdade numa turuna 125 vermelha. Com a honda 125 aprendi como cair com a moto parada. ehehehehe.,

stemamo disse...

putz, que post legal! Eu nem me lembro direito porque sempre teve moto lá em casa. Mas com certeza foi na garupa do meu pai numa turuna ou cg ou RD 125. A que eu devo ter pilotado mesmo foi uma DT 180 já dos anos 90. Mas foram várioas teste iniciais, em cima de RD 350 do amigo do meu pai, depois nas próprias DTs dele e depois na CB 450 DX, RDZ 135 etc... Também rolaram vários passeios e primeiras voltas na prai do Gaivota, em Itanhaém. Isso sempre era bem emocionante. Poder pegar a moto sozinho, acelerar a máquina e sair na areia com aquela brisa no rosto era muito bom!

Anônimo disse...

Olá Youssef! Muito legal o seu blog!minha história é um pouco longa, mas vou contar.

Minha estréia em 2 rodas foi aos 11 anos, numa rua atrás da escola (estava "cabulando aula ,rsrs), uma amiga prometeu que segurava atrás e eu acreditei...qdo ouvi ela gritando: vc aprende-eeeu!Fui olhar para trás e caí num barranco rua abaixo.Fiquei um tanto traumatizada e só voltei a pensar nas 2 rodas aos 24 anos.
Estava no trabalho quando pensei que podia ter meu próprio veículo de passeio - tinha de ser uma moto porque em casa não havia garagem.
Então pensei numa motocicleta , quando caiu a ficha de que nem magrela eu sabia pilotar.
Fui numa loja de usadas e comprei uma Ceci Caloi, um amigo de 65 anos -mais doido do q eu - me soltou numa ladeira abaixo, depois de me mostrar onde ficava o freio da dita cuja.
Desci a ladeira tremendo mais do q vara verde, numa rua cheia de carros estacionados e crianças brincando. no fim da rua havia um parque onde tinha um bando de cachorros, que vieram em minha direção para me motivar... o medo de ser mordida foi maior do que o de cair e qdo vi já havia pedalado mais de 3km em av. movimentadas de Sampa.

Fiz da magrela meu veículo por uns 3 anos, ia pra todos os cantos c ela, até q surgiu um consórcio bem suave e adquiri minha primeira motinha - a "Gabiroba".Mas antes disso uma amiga me emprestou sua ML, depois de umas breves aulas.
No caminho encontrei outra amiga e dei uma carona. Ela perguntou desde quando eu pilotava moto e eu disse que era a 1ª vez,a 2ª surpresa foi qdo eu disse q a moto estava sem freios, p ela escolher onde queria parar, num barranco ou num poste...kkk.Claro q tudo acabou bem e de lá pra cá já pilotei motos de várias cilindradas, de CG até XT600.

Anônimo disse...

Olá Youssef! Muito legal o seu blog!minha história é um pouco longa, mas vou contar.

Minha estréia em 2 rodas foi aos 11 anos, numa rua atrás da escola (estava "cabulando aula ,rsrs), uma amiga prometeu que segurava atrás e eu acreditei...qdo ouvi ela gritando: vc aprende-eeeu!Fui olhar para trás e caí num barranco rua abaixo.Fiquei um tanto traumatizada e só voltei a pensar nas 2 rodas aos 24 anos.
Estava no trabalho quando pensei que podia ter meu próprio veículo de passeio - tinha de ser uma moto porque em casa não havia garagem.
Então pensei numa motocicleta , quando caiu a ficha de que nem magrela eu sabia pilotar.
Fui numa loja de usadas e comprei uma Ceci Caloi, um amigo de 65 anos -mais doido do q eu - me soltou numa ladeira abaixo, depois de me mostrar onde ficava o freio da dita cuja.
Desci a ladeira tremendo mais do q vara verde, numa rua cheia de carros estacionados e crianças brincando. no fim da rua havia um parque onde tinha um bando de cachorros, que vieram em minha direção para me motivar... o medo de ser mordida foi maior do que o de cair e qdo vi já havia pedalado mais de 3km em av. movimentadas de Sampa.

Fiz da magrela meu veículo por uns 3 anos, ia pra todos os cantos c ela, até q surgiu um consórcio bem suave e adquiri minha primeira motinha - a "Gabiroba".Mas antes disso uma amiga me emprestou sua ML, depois de umas breves aulas.
No caminho encontrei outra amiga e dei uma carona. Ela perguntou desde quando eu pilotava moto e eu disse que era a 1ª vez,a 2ª surpresa foi qdo eu disse q a moto estava sem freios, p ela escolher onde queria parar, num barranco ou num poste...kkk.Claro q tudo acabou bem e de lá pra cá já pilotei motos de várias cilindradas, de CG até XT600.

parabéns pelo blog!

Anônimo disse...

PUT'Z! YOUSSEF!

SEM QUERER POSTEI VÁRIAS VEZES O MESMO COMENTÁRIO! SORRY!
E NÃO FAÇO NEM IDÉIA DE COMO DELETAR OS QUE ESTÃO REPETIDOS!

Pedro disse...

Poxa a primeira vez foi com 11 ou 12 anos... minha tia pegou uma TT 125 em um negócio, não era muito nova .. e como era natal, ela me deu uma chave de presente, não entendi nada, dai ela disse, a moto eh sua, eu fiquei louco lavei ela toda... meu padrasto fez ela funcionar.. e me explicou o lance da embreagem... e o meu tio q me ensinou muito ... ate q peguei a manhã da embreagem... muito massa... eu andava só de 1a e 2a marcha rs. no quarteirão q moro... mas valeu a pena...rs fiquei 1 mes com ela e depois troquei por 2s mobiletes monark novinhas....